20 de fevereiro de 2013

Escadas: Fórmula de Blondel


Vida de Blondel

Nascido em 1618 em Paris, Nicolas-François Blondel foi um diplomata, matemático, professor, militar, sub-lugartenente, marechal de campo, engenheiro civil e arquiteto militar em seu país, fazendo parte do exercito na Guerra dos Trinta Anos. Como diplomata, viajando, pode estudar as fortificações de Portugal, Espanha e Itália.
Mais tarde, em 1663, foi conhecido como Conselheiro de Estado e em seguida como Engenheiro da Marinha, elaborando um plano de expansão urbana e levantando pontes em Paris. Em 1671, foi indicado como diretor da Academia de Arquitetura, onde defendia a estética dos arquitetos clássicos.
François Blondel morre em 1686 em seu país de origem.

Fórmula de Blondel

            A fórmula de Blondel, também conhecida como cálculo de escadas, teve grande importância a partir do aumento na demanda de construções de edificações com dois ou mais andares nas metrópoles em geral, com isso, procurava-se construir uma escada confortável para os projetos, então, a necessidade de padroniza-las.
  

Dados experimentais fizeram o arquiteto francês estabelecer uma fórmula empírica que permite calcular a largura do piso em função da altura do espelho e vice-versa. Os dados foram:
- A altura recomendável para espelho de uma escada deve ter no máximo 0,18m.
- A profundidade recomendável deve ser no mínimo de 0,25 m.
            Tendo então a fórmula: 2h + p = 0,64 m (h é a atura do espelho e p é o passo e o 0,64 é a constante de Blondel), embora a constante possa variar de 0,63 à 0,65.
            No cálculo de uma escada deve-se considerar a altura do pé-direito e a espessura do piso superior (laje) que devem ser somadas estabelecendo a altura de piso à piso, onde pode-se dividir o resultado pela altura do espelho (0,18m, por exemplo), resultando na quantidade de degraus que deverá ter a determinada escada. Em seguida, calcula-se através da fórmula de Blondel a largura dos degraus, que devem ser sempre a mesma (todos os espelhos com o mesmo tamanho e todos os degraus com a mesma largura) numa mesma escada, não podendo variar.
Hoje a necessidade de padronização se estabelece de acordo com as normas brasileiras (NBR’s), onde se tem a NBR 9050 – Acessibilidade a edificações, mobiliários, espaços e equipamentos urbanos, que traz o Dimensionamento de Escadas Fixas e, ainda, outras NBR’s que tratam de escadas, patamares e suas dimensões.


Referencias:

http://olapisverde.blogspot.com.br/2011/04/calculo-de-escadas.html
http://www.pessoacomdeficiencia.gov.br/app/sites/default/files/arquivos/%5Bfield_generico_imagens-filefield-description%5D_24.pdf
http://professor.ucg.br/siteDocente/admin/arquivosUpload/13869/material/APRESENTA%C3%87%C3%83O%20-%20Circula%C3%A7%C3%A3o%20Vertical%20-%20escada%20reta%20-%20%20aula%2001.pdf

7 comentários:

  1. Ele viveu tanto assim? Nasceu em 1618 e faleceu em 1986...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido anônimo, você leu errado. Releia, por favor.
      "François Blondel morre em 1686 em seu país de origem."

      Excluir
    2. ANÔNIMO 2, O ANÔNIMO 1 LEU CORRETO, A QUESTÃO FOI QUE O ERRO FOI CORRIGIDO PELA DONA DO BLOG EM TEMPO HÁBIL... PARABÉNS MONIQUE PELA RÁPIDA RESPOSTA E PELO BELO MATERIAL PUBLICADO...

      Excluir
  2. Obrigada por notar o erro e desculpe pelo mesmo.
    Retificando neste instante.

    ResponderExcluir
  3. E esse "passo", o que significa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dener,
      "Passo" seria a pisada, a superfície plana na qual pisamos ao subir uma escada.

      Excluir
  4. Muito boa essa fórmula não dá errado

    ResponderExcluir